auxílio governo

O Presidente Jair Bolsonaro anunciou auxílio de R$400 mensais para caminhoneiros autônomos. A medida vem na contramão da possível paralisação marcada para o dia primeiro de novembro. O anúncio não foi bem recebido pela categoria que considera o valor muito pequeno se comparado aos valores do combustível. 

A inflação para os motoristas já é de 18,46% no acumulado dos últimos 12 meses até outubro de 2021. Essa é a maior taxa de inflação já registrada para a categoria nos últimos 21 anos. Por isso, os caminhoneiros alegam que os R$400 reais do auxílio não são suficientes para comprar 1000 litros de combustível mensalmente. 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mantém registros dos preços dos combustíveis desde 2012 e em 2021 a média é a maior já registrada. O preço está 23% acima da média histórica. Fazendo uma média dos preços registrados em todo o território nacional, o diesel está custando 5,033 reais no Brasil. 

A princípio o programa deve entrar em vigor no dia primeiro de novembro e deve beneficiar 800 mil caminhoneiros. 

Fonte: Veja